domingo, 25 de outubro de 2015

Hotéis em Bariloche, como escolher onde se hospedar?

Foto: página web Hotel Cacique Inacayal

Boa noite a todos!

Quando vamos viajar uma das coisas mais difíceis de escolher é em qual hotel nos hospedaremos. Por sorte hoje em dia existem muitas páginas onde são escritas opiniões e relatos de experiência pelos turistas  e creio que esta ferramenta deve ser muito utilizada na organização de uma viagem.  Hoje em dia muitas pessoas estão organizando a própria viagem sem um agente de viagens (eu particularmente atendo a muitos clientes que viajam desta maneira), hoje em dia existem muitas páginas que podem ser utilizadas para reservar um hotel e comprar passagem aérea: booking, expedia, trivago, trip advisor, decolar, etc. A dica de hoje é pesquisar muito em diferentes páginas de reservas, opiniões, fan pages,  antes de reservar um hotel, também é importante entrar em contato diretamente com o alojamento escolhido antes de realizar uma reserva definitiva, para tirar todas as dúvidas dos serviços incluídos. É muito importante que o alojamento conste nas principais páginas de reservas e possua um numero de telefone fixo em Bariloche, que seja atendido por alguém.  Por incrível que pareça, tem gente pilantra que inventa a existência de um hotel para dar o golpe pela internet, está situação não vem ao caso agora e está nas mãos das autoridades correspondentes.

Se possível, tire todas as suas dúvidas diretamente com o hotel, por mais que pretenda reservar com um intermediário, muitas vezes a própria agência que te auxilia, não conhece o que está te vendendo. Alguns inconvenientes que já me comentaram alguns turistas no decorrer destes anos: como o lugar não consta com café da manhã e te disseram que tinha, a piscina não funciona, pensavam que tinha restaurante, está bem mais afastado do que acreditavam, o quarto possui uma categoria inferior ao que compraram.

Bariloche se caracteriza por possuir uma grande variedade de alojamento em diferentes categorias, para todos os gostos e bolsos, também se caracteriza por não ter uma grande variedade de hotéis modernos, predominando os mais rústicos. Isto ocorre em parte pela cidade possuir uma arquitetura influenciada pelos pioneiros vindos do norte europeu, onde se utiliza muitas construções de pedra, madeira e acabamentos mais opacos e antigos. Igualmente creio que em muitos casos falta um cuidado maior e reformas em determinados lugares, mas de qualquer maneira considero que esta característica rústica dá um charme especial a Bariloche.

Muitas pessoas me escrevem me pedindo uma recomendação de alojamento em Bariloche, mas esta resposta é muito difícil já que escolher um hotel também depende do poder aquisitivo de cada um e do que particularmente cada pessoa prioriza:  localização, um lugar mais simples ou mais luxuoso, mais rústico ou mais moderno, tipo de café da manhã, se querem curtir mais o hotel ou estar pouco tempo e passear mais,  um lugar barato sem importar o serviço,  estar independente em um apartamento, etc.

A idéia desta postagem não é recomendar nenhum hotel específico ou fazer propaganda, a idéia é somente dar algumas dicas para ajudar um pouco a que você possa escolher um hotel que tenha um custo e benefício que convenha.  

A seguir, menciono alguns exemplos de alojamentos  por tipo e categoria:

Albergues ou Hostel:

Em Bariloche tem muitas opções de albergues, muitos estão localizados no centro e na Rua Salta, portanto esta é uma opção prática para quem quer economizar em alojamento  e nos gastos. Alguns exemplos: Penthouse 1004, Hostel Inn, Achalay, Bariloche Hostel, Marcopolo Inn, Patanuk, etc.

Penthouse 1004

Hosterias ou pousadas:

São alojamentos mais rústicos, econômicos, familiares e mais simples. Algumas do centro: Nogare, Selva Negra, La Casita, Hosteria Sur.

Bungalows ou cabanas:

A categoria deste tipo de alojamento pode variar, mas são ideais para compartilhar entre grupos familiares e de amigos, o que também acaba sendo mais econômico.  A maioria das cabanas estão localizadas fora do centro e algumas não possuem café da manha, mas estão equipadas para cozinhar. Aqui cito algumas que estão fora do centro, mas dentro do circuito por onde os turistas são buscados para as excursões até 8 Km de distância: Villa Sofia, Solar de Las Araucárias, Los Cipresales, Rosas Amarillas, El Bosque de Los Elfos.

Apartamentos turísticos:
Uma opção geralmente econômica e ideal para o turista independente que busca conforto. Alguns localizados no bem no centro: Terrazas Bariloche, San Martin Suites e Bariloche Home.

Hotéis  de 1 e 2 estrelas:

Ideal para aquele turista que não liga para luxo e que gosta de estar fora todo o dia. Neste caso é melhor e mais prático estar no centro. Alguns nomes de hotéis para você pesquisar: Internacional, Tango Inn Club House, Antardida, Premier, Interlaquen.

Hotéis 3 estrelas:

Categoria mais escolhida pelos brasileiros principalmente no inverno. Alguns dos que estão no centro bem localizados: Tirol, Carlos V, Crans Montana, Sunset, Ayres Del Nahuel, Soft,  Quillen, Nevada, Aconcágua, Grand Hotel.
Até 8 Km do centro: Villa Huinid (Av. Los Pioneros), Altuen.

Foto: Villa Huinid Pioneros


Hotéis 4 estrelas:

No centro: Cacique  Inacayal, Cristal, Nahuel Huapi, Edelweiss, Tres Reyes
Até 8 Km do centro: Rochester, Lirolay,  Design Suites (muito freqüentado por casais de brasleiros).

Hotéis 5 estrelas em diferentes localidades:

- Llao Llao: é o hotel mais luxuoso, caro e emblemático de Bariloche. Está muito afastado do centro, portanto é ideal para aquelas pessoas que desejam curtir mais o hotel e descansar.  Para quem pretende passear muito e não ficar muito tempo no hotel,  procure outro hotel mais próximo ao centro.

- Alma Del Lago: Hotel luxuoso que está a somente 1 K do centro e de frente ao lago, ideal para quem busca conforto e praticidade com a distância.

- Villa Huinid (Av. Bustillo): Boa opção para quem não deseja ficar no centro, porém próximo. Muito freqüentado pelos brasileiros. Tem opções de cabanas também.

- Charming: está localizado a 7 Km do centro , também de frente ao Lago Nahuel Huapi e dentro da rota de pick up para as excursões. Possui poucos quartos luxuosos, muito buscado por casais em lua de mel.

Alguns hotéis estão bem mais afastados do centro (a mais de 8 Km) e longe de comércios e restaurantes. Geralmente estes alojamentos possuem tarifas bem atraentes principalmente no inverno, onde a preferência são os alojamentos próximos ao centro. Muitas pessoas que reservam estes tipos de hotéis, não consideram que provavelmente terão um gasto extra com transporte,  seja com taxis ou remises para as saídas para jantar e para ir até o centro para sair para os passeios ou alugando um carro para ter uma maior mobilidade e não depender de taxis ou estar preso ao mal serviço de transporte público da cidade. 

Ao conversar com muitos brasileiros que atendo na agência, escuto relatos de que muitos deles não tinham idéia da distância e nem imaginavam que o hotel estava fora do circuito de pick up para os passeios.   Alguns destes hotéis distantes mais freqüentados pelos brasileiros são: Estancia Del Carmen, Lago Gutierrez Lodge  (estes dois são muito vendidos pela CVC), Dut Bariloche, Peninsula Petit Hotel, Tunquelén e o Villa Huapi, um apart hotel, que ainda está terminando de ser construído (localizado no município de Dina Huapi, não em Bariloche).

A minha intenção não é fazer comentários negativos sobre estes alojamentos, inclusive muitos deles posssuem boas opiniões na página do Trip Advisor, mas a idéia é alertar as pessoas que desejarem realizar reservas nestes lugares que estejam conscientes de que terão gasto de tempo e dinheiro extra com transporte.

Obviamente a cidade possui muitos outros hotéis, os mencionados anteriormente foram alguns exemplos dos mais tradicionais e como poderão observar em suas leituras de opiniões pela internet, muitos deles terão comentários positivos, mas sempre existirá algum comentário negativo, afinal o tamanho da televisão do quarto, o humor do recepcionista em tal dia, a espessura do colchão, o café-da-manhã, etc,  não necessariamente agradam a todos por igual.

De acordo a minha experiência na agência recebendo aos brasileiros, com total imparcialidade, cito um listado dos hotéis mais freqüentados pelos brasileiros em Bariloche que eu tenho atendido: Alma Del Lago, Villa Huinid (Bustillho e Pioneros), Design Suites, Tirol, Carlos V, Kenton, Tango Inn Club House, Charming e Cristal.

Outro dado curioso é que os hotéis preferidos e mais frequentados pelos casais de lua de mel são: Villa Huinid (Bustillo), Design Suites, Charming e Alma Del Lago.

Foto. Hotel Design Suites


Quer ficar hospedado em hotéis no Cerro Catedral? Nao recomendo para quem nao pretende esquiar vários dias no inverno.

Para te ajudar a decidir entre estar hospedado no centro ou mais afastado, clique aqui.

 Espero que estas dicas tenham ajudado um pouco na pesquisa dos futuros turistas de Bariloche.

Comentários feitos por  quem  já viajou a Bariloche e desejam relatar sobre o hotel onde ficaram hospedados, são super bem-vindos!

Lembrando que agora em baixa temporada, eu estou marcando um horário com aquelas pessoas que desejam receber orientação e reservar um roteiro pessoalmente na agência. Para quem estiver interessado é só enviar um email a sabrinapoinho@gmail.com ou um whatsapp: +5492944331745.



Espero por vocês e ótima semana para todos!



Compartilhe esta postagem nas redes sociais

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

O que fazer na primavera em Bariloche, ainda dá para conhecer a neve?




Boa noite,

Muitas pessoas que viajam nesta época para Bariloche estão procurando curtir, independente da neve, as belas paisagens da região e aproveitar os valores de baixa temporada. Igualmente em outubro, ainda é possível ter um pouco de contato com neve. Uma opção é realizar o tour ao Cerro Catedral, das 13 as 17 hs ou ir de maneira independente (carro, ônibus, remis, taxi). Nesta época não tem mais neve na base da montanha, mas subindo o teleférico, ainda é possível chegar a um setor que tem. Inclusive neste mês, ainda estão sendo realizadas duas atividades na neve, o deslizamento com bóias (donas) e ski bunda. Lembrando que a temporada de ski do Cerro Catedral foi encerrada no dia 12 de outubro. Agora em baixa temporada o teleférico do Cerro Catedral funciona de terça a sábado. A excursão a esta montanha pode ser combinada com o Circuito Chico, ideal para quem tem pouco tempo para conhecer a cidade.


Foto Catedral Alta Patagonia

Foto Catedral Alta Patagonia


Para os que gostam de ter contato com natureza e caminhar um pouco, o Espacio Neumeyer ainda está realizando o passeio “Lagoa Congelada”, onde também é possível ter contato com um pouco de neve. Para a próxima quarta dia 21 de outubro tem saída confirmada, a cada semana os organizadores irão definindo se seguirão ou não realizando saídas.


Espacio Neumeyer, dia 14/10/2015


Espacio Neumeyer, dia 14/10/2015


Compartilho um roteiro clássico em Bariloche para fazer na primavera e que também serve para o verão, que eu geralmente organizo para os meus clientes:

1-      Circuito Chico combinado ou não com Cerro Catedral
2-     Vulcão Tronador
3-     Navegação a Isla Victoria e Bosque de Arrayanes
4-     San Martin de Los Andes pela rota dos 7 lagos ou Circuito Grande

Atividades de aventura recomendadas: Cavalgada, tirolesa e caiaque.


Cavalgada Los Baqueanos


Canopy


O que fazer independentemente nos momentos livres: Ir a confeitaria giratória do Cerro Otto, caminhar pelo centro (Centro Cívico e Museu da Patagônia, Rua Mitre, Catedral, Patinar no gelo), ir ao Museu do Chocolate, conhecer o Ice Bar (das 19 as 2 hs).


Teleférico do Cerro Otto


Em breve será iniciada a temporada de rafting e em novembro, será iniciada a temporada de pesca esportiva, vale destacar que os lagos da região são ideais para realizar esta atividade e a pesca com mosca é a categoria mais praticada.

Como sempre comento, apesar de que sou suspeita para falar, Bariloche é uma cidade para ser conhecida em todas as épocas do ano, não somente no inverno.


Que tal passar as suas férias de verão na Patagônia? Recomendo!!!


Vejam este espetacular vídeo com imagens aéreas de Bariloche:





Para marcar um encontro comigo aqui em Bariloche para juntos organizarmos um roteiro e para que possam tirar todas as dúvidas pessoalmente, basta entrar em contato através do email sabrinapoinho@gmail.com ou do whatsapp: +5492944331745.


Espero por vocês!





sábado, 3 de outubro de 2015

"Bariloche a La Carta" 2015, na próxima segunda se inicia o maior evento gastronômico de Bariloche


Bom dia!

Na próxima segunda começa o maior evento de gastronomia de Bariloche, o Bariloche a La Carta, que será realizado do dia 5 até 12 de outubro. Nesta ocasião será realizado um concurso que escolherá os melhores pratos apropriados para cada estação do ano e o prato de ouro. Além disso, serão realizadas palestras, degustações, uma feira no Centro Cívico, beneficência, e o que é melhor, descontos nos pratos que participarão do concurso. Para ter acesso aos benefícios, basta entrar na página do evento e se cadastrar: clique aqui

Abaixo estão algumas das fotos dos pratos participantes do concurso, para ver os mais de 100 pratos, é só entrar na fan page do blog: clique aqui (não deixem de curtir a página!)


Butterfly (gastronomia elaborada em passos)

Cacique Inacayal

L`ItalianoTrattoria (o meu preferido para comer massas)

El Boliche de Alberto (O clássico bife de chorizo)


Cervejaria Blest 

Kostelo (adoro este cheescake!)



A partir de outubro estarei marcando horário com as pessoas que desejarem receber atendimento pessoalmente na agência, para combinar um horário, enviar um email a sabrinapoinho@gmail.com ou um whatsapp a +5492944331745.

Como sempre é um prazer receber aos meus compatriotas em Bariloche!

Espero por vocês!






quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Primavera em Bariloche: Se inicia o Circuito Grande, um lindo passeio para apreciar as belas paisagens típicas da Patagonia.

Hoje venho recomendar um dos passeios mais lindos para realizar nesta época e pouco conhecido pelos brasileiros, o Circuito Grande, onde são percorridos quase 250 quilômetros transitando diferentes ambientes típicos da Patagonia (bosque, lagos, montanhas, rios e a estepe e suas formações de origem vulcânica). Neste mesmo passeio é também possível conhecer outras duas localidades emblemáticas que pertencem a província de Neuquen, Villa Traful e Villa La Angostura.





O passeio a Villa La Angostura e Cerro Bayo a partir de amanhã já não será mais realizado porque o Cerro Bayo estará encerrando as suas atividades de ski, portando o Circuito Grande é uma ótima oportunidade para quem quer conhecer  a bela Villa La Angostura, considerada o jardim da Patagonia.

Natureza, história e geologia se misturam neste completo circuito que resume bem as características da região.  O horário deste passeio é de 8:30 da manhã até as 18:00, saídas às quartas e sextas.








Então fica a dica para quem está chegando nesta época, não deixem de conhecer Bariloche e arredores na primavera!

Para dúvidas, consultas ou marcar um horário de atendimento, é só escrever para sabrinapoinho@gmail.com


Ótimo fim de semana!