terça-feira, 17 de março de 2015

Aviso importante – Inverno em Bariloche 2015



Aviso importante:  Para não gerar incertezas aos nossos clientes, gostaríamos de avisar que devido à situação atual do vulcão Calbuco , por enquanto não estaremos realizando reservas antecipadas via online, até novo aviso.  Estamos em constantes reuniões para definir a melhor maneira para que os  nossos clientes possam reservar com antecedência alguns passeios de maneira que mais lhes seja conveniente. Nas próximas horas estarei divulgando novidades sobre isto aqui no blog e pelo facebook. Agradeço a compreensão pela a alteração de informações aqui no blog, estamos trabalhando para a satisfação de vocês.

Amigos, leitores do blog e clientes,


Sempre preferimos organizar as atividades e passeios de neve diretamente com o cliente na agência, já que nesta época tudo depende de como esteja o clima e principalmente da quantidade de neve que se acumula em algumas montanhas onde são realizadas as diferentes atividades invernais.  Acontece que muitas pessoas que entram em contato comigo gostariam de já reservar os passeios com antecedência e sair com tudo organizado do Brasil, por esta razão, estamos planejando uma maneira de realizar as reservas de alguns passeios e atividades de inverno com antecedência, analisando os riscos caso não seja possível realizar algum deles por força maior, sem que os nossos clientes sejam prejudicados.

Em breve, aqui mesmo no blog, estarei divulgando as novidades sobre este assunto, tenham a certeza de que vem muita novidade boa por aqui para os leitores do blog que estarão viajando a Bariloche!


Aguardem!!!


Sabrina Poinho e toda a equipe da agência Bariloche Select Travel (o point dos brasileiros em Bariloche)




terça-feira, 3 de março de 2015

O clima em Bariloche em cada época do ano e quando se inicia a temporada de neve.


Bariloche é um destino maravilhoso para ser conhecido durante todo o ano, apesar de que os turistas brasileiros, em sua grande maioria, escolhem conhecer esta cidade no inverno principalmente para ter a possibilidade de ter contato com a neve, o sonho de muitos dos meus conterrâneos e a causa de uma ansiedade enorme na hora de marcar a data da viagem. Eis a bendita pergunta: Será que vai nevar?

Teoricamente, as primeiras nevadas deveriam começar a cair aos poucos com frequência no final de maio e início de junho, sem contar as que caem esporadicamente na cordilheira em qualquer época do ano por alguma chegada de uma frente fria. A diminuição da frequência das nevadas deveria ocorrer a partir do final de setembro, ou seja, a temporada de neve e suas atividades correspondentes teoricamente deveriam ocorrer entre o final de junho e final de setembro, um pouco antes ou depois dependerá muito de como venha o clima durante todo o inverno.

Para que sejam realizadas algumas atividades na neve é necessário um processo de acumulação da mesma, que possa ser mantida de acordo às temperaturas de cada dia durante todo o inverno. Com o início do processo de acumulação da neve a partir de junho, geralmente lá para o final deste mês, as estações de inverno deveriam começar a funcionar com normalidade (Catedral, Cerro Bayo, Neumeyer, Piedras Blancas, Roca negra, Centro de Ski Nordico). No ano passado, por exemplo, o Cerro Catedral abriu a temporada de ski nos últimos dias de junho.  Vale lembrar que é possível conhecer o Cerro Catedral durante todo o ano, já que sempre está habilitado um dos teleféricos para as pessoas desejam conhecer esta montanha fora da temporada de ski.

Nos últimos anos o clima tem andado bastante instável, a nível mundial, cada vez mais é difícil prever com muita antecedência em qual mês a cidade terá mais neve, são vários os fatores climáticos de geram estas incertezas:  fenômeno “el niño” ou “la niña”(mudanças na correte marinha),  mudanças na circulação atmosférica, massas polares, ondas de calor, concentrações de gases ocasionando efeito estufa, etc. Já houve meses que nevou mais em julho, outros anos nevou mais em agosto e já ocorreu até de nevar mais em setembro. 

Muitas pessoas me escrevem perguntando para quando devem programar as suas viagens a Bariloche para ver a neve caindo, mas realmente nem o meteorologista mais especializado poderia responder a esta pergunta com tantos meses de antecedência, a escolha da data da viagem termina sendo uma questão de sorte mesmo quando o assunto se trata  se vai nevar ou não.



Quem se programa para vir a Bariloche entre o final de junho e final de setembro, com certeza terá contato com a neve que estará acumulada nas montanhas, mas não significa que será possível  presenciar uma nevada, em todos os dias durante o inverno nem sempre ocorre este fenômeno. O clima poderia se comportar de várias maneiras, tanto poderia fazer dias de sol seguido, como dias de chuva (é normal que quando esteja chovendo na cidade, paralelamente está nevando nas montanhas), às vezes neva na cidade e até pode ocorrer de ter sol e nevar ao mesmo tempo na montanha ou na cidade, enfim, tudo pode acontecer.  

Para que exista uma boa acumulação de neve nas montanhas, dependerá muito não só da frequência das precipitações, mas também da intensidade das mesmas. Às vezes é melhor uma intensa nevada de um só dia do que várias neviscas durante vários dias, desde que não ocorram problemas na estrutura da cidade por isto.

Geralmente a previsão do tempo mais certeira ocorre com uma antecedência de um mês a duas semanas antes da data da qual gostaríamos de ter esta informação, mas é claro, sempre existe uma margem de erro.  Portanto, é impossível saber agora em março o que acontecerá em tal semana de julho ou agosto, mas normalmente nestes meses as precipitações de neve deveriam ocorrer com mais frequência. Por enquanto, o único que nos resta é a teoria, mas como já comentei várias vezes anteriormente, a natureza é uma caixinha de surpresas.

Vamos então à teoria, assim deveria se comportar o clima em cada mês do ano em Bariloche:

Janeiro e fevereiro: época de mais calor na cidade e dá até para pegar um bronze nas praias dos lagos. As temperaturas médias podem estar próximas aos 25°C durante o dia. Podem ocorrer temperaturas mínimas de 10°C até máximas de 30°C ou mais, em um mesmo dia. Ocorrem poucas chuvas. Esporadicamente pode acontecer de chegar alguma frente fria polar, ocasionando a queda da temperatura máxima por uns dias. Nesta época é sempre bom trazer roupas leves de verão e também sempre algo de abrigo. Muitas horas de claridade, principalmente em janeiro, o sol nasce umas 6 da manhã e começa a se por as 21:30. Alta temporada de verão. Um alinda época para estar ao ar livre e realizar várias atividades em contato com a natureza.



Março: ainda podem ocorrer tanto dias mais cálidos como dias de menor temperatura, média de temperatura entre mínimas de 5°C e máximas 25°C, nesta época é sempre bom vir preparado para frio e calor. Início da baixa temporada.

Abril: As temperaturas oscilam em média entre 5°C e 15°C, as precipitações começam a acontecer aos poucos com mais frequência. Ainda não é época de neve, mas podem ocorrer esporadicamente nevadas isoladas na cordilheira, o que faz descer a temperatura.  Baixa temporada.


Maio: As temperaturas mínimas começam a rondar os 3°C e as máximas geralmente estão próximas aos 10°C, podendo ocorrer uma variação para mais ou menos em ambos os casos.  Precipitações de chuva com mais frequência e começa a aumentar aos poucos as precipitações de neve, mais para o final do mês. Clima frio, importante trazer roupas abrigadas, incluindo acessórios como gorros, cachecóis e luvas.  Ainda não são realizadas atividades na neve. Baixa temporada.

Junho: As temperaturas mínimas geralmente estão próximas à 0°C, podendo até ser negativas, máximas que rondam aos 8°C, aumento progressivo das precipitações de neve que ocasionam o início do processo de acumulação de neve nas montanhas da região. No final deste mês geralmente inauguram os principais centros invernais, como o início da temporada de ski no Cerro Catedral. Transição da baixa para alta temporada (no final do mês).

Julho e agosto: a temperatura oscila em média entre -5°C e 5°C. Nevadas mais frequentes e chuvas, mas podem ocorrem seguidamente dias ensolarados. Importante o uso de roupa impermeável para ir à montanha nevada para realizar diferentes atividades e/ou passear. Dias com menor claridade, amanhecendo perto das 9 hs e escurecendo a partir das 18 hs. Alta temporada de inverno.




Setembro: temperatura fria quase igual a julho e agosto, dias ensolarados, possibilidades de algumas nevadas e podem ocorrer temperaturas máximas maiores do que nos meses de julho e agosto. Ainda tem neve nas montanhas e se realizam as atividades de inverno. Maior tempo de luz solar progressivamente. Transição da temporada média para a baixa (no final de setembro).

Outubro: Ainda faz frio, grande amplitude térmica, com temperaturas mínimas que podem chegar a ser negativas e máximas que podem rondar aos 20°C. Diminui as precipitações de neve e chuva. É possível que no início deste mês ainda seja possível aproveitar alguma atividade na neve, isto dependerá de como tenha sido o clima nos meses anteriores e de como será a média de temperatura no mês, uma incógnita. Maiores rajadas de vento. Baixa temporada.




Novembro: Tendência a fortes ventos do oeste e aumento progressivo da temperatura, diminuição das precipitações. Grande amplitude térmica durante o dia e média de temperatura próxima aos 10°C/15° C, entre a máxima e a mínima. Já não é época para quem quer ter contato com a neve e realizar atividades na mesma, mas é possível subir o teleférico do Cerro Catedral  e ver um pouco de neve que ficou acumulada no alto da montanha e que está em processo de derretimento. Baixa temporada.


Dezembro: Dias mais cálidos e ensolarados, temperaturas máximas que podem ultrapassar os 20°C e mínimas que podem chegar a menos de 10°C. Podem ocorrer frentes frias ocasionalmente, diminuindo bastante a temperatura. Mês com maior tempo de luz solar, o sol se põe quase as 22hs. Transição da baixa temporada para a alta temporada de verão (no final do do mês).

Bariloche é um destino para ser conhecido durante todo o ano, aqui mesmo no blog coloquei sugestões de roteiros para todas as estações. Quem já veio no inverno, convido a todos a que conheçam a cidade também no verão, eu particularmente adoro esta época. Para quem nunca veio a Bariloche, venham quando puderem por pelo menos 5 dias ou mais de preferência, lembrando que a temporada de inverno é mais custosa do que em outras épocas do ano, pela grande demanda de turistas e pela mobilização na organização e estrutura das atividades de inverno.





Lembrando que  para que eu possa atendê-los pessoalmente na agência, em baixa temporada, basta entrar em contato comigo por email  para marcarmos um horário (sabrinapoinho@gmail.com). Na temporada de inverno nao precisa marcar horário, é só comparecer pessoalmente na agência Bariloche Select Travel (Rua Villegas 237) para que eu e toda a equipe possamos atendê-los.


Esperamos por vocês em Bariloche!